terça-feira, 5 de junho de 2012

Amando a si mesmo


Sempre pensamos no amor em termos dos outros. O homem pensa em amar a mulher, a mulher pensa em amar o homem; a mãe pensa em amar o filho, o filho pensa em amar a mãe; os amigos pensam em amar um ao outro. Mas, a menos que você ame a si mesmo, é impossível amar uma outra pessoa.
Você pode amar uma outra pessoa somente quando tiver amor dentro de você. Você pode compartilhar algo somente quando o tem. Mas toda humanidade tem vivido sob a errônea ideologia e a tomamos como certa – como se já nos amássemos e, agora, toda a questão seja como amar o nosso próximo. Isso é impossível! Por isso existe tanto falatório sobre o amor, e o mundo permanece feio e cheio de ódio, guerras, violências e raiva.
Este é um grande insight a que se deve chegar: que você não se ama. É realmente muito difícil amar a si mesmo, porque nos ensinaram a nos condenar e não a nos amar. Ensinaram-nos que somos pecadores, que não temos valor. Por causa disso ficou difícil amar. Como se pode amar uma pessoa sem valor? Como se pode amar alguém que já está condenado?
Mas isso virá. Se você receber o insight de que você não se ama, não há com o que se preocupar. Uma janela se abriu, e você não ficará dentro do quarto por muito tempo – você saltará para fora. Uma vez conhecido o céu aberto, você não poderá ficar confinado a um mundo mofado. Você sairá dele.
OSHO


7 comentários:

  1. Demorei muito para perceber isso, antes de amar alguém teria que amar a mim primeiro, Adorei o texto.

    ResponderExcluir
  2. Adorei seus blogs! Penso da mesma forma que você.
    E adoro gatos! Dica de leitura:
    http://www.luzdegaia.org/metatron/tyberonn/cetaceo.htm
    "O ronronar de um gato é muito benéfico para curar, restaurar e proteger a aura humana. ... Tanto os gatos quanto os cachorros têm a capacidade de perceber e enxergar em muito maior dimensionalidade do que o olho humano".
    grande abraço

    ResponderExcluir
  3. E muitas vezes nem mesmo para amar os outros as pessoas estão dispostas. Isso é triste mas é verdade, muitos não têm amor próprio e outros tantos não amam ninguém. Por isso temos que nos aproximar das pessoas raras que inspiram amor na gente. Bjs e bom final de semana

    ResponderExcluir
  4. Sempre digo: se não conseguirmos amar a nós, como conseguiremos amar aos outros?
    http://odiariodeanabelajb.blogspot.com.br/2012/06/rosas-no-jardim-da-mamae.html

    ResponderExcluir
  5. Perfeito, se amar e se respeitar é a forma mais eficar de não causar o mal ao próximo, somos muito especiais !
    Beijo no ♥ !
    http://casascoisaseoutros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Catarina querida!
    Há muito tempo que tenho a teoria que o problema da humanidade é a falta de AMOR.
    Mas ainda existe esperança, e confiemos nela.

    Bjos linda e obrigada pelo carinho

    ResponderExcluir

O Gato Arteiro ficara feliz se você deixar um comentário.
Pois a sua opinião é muito importante.