sábado, 5 de maio de 2012

O poder da intuição

Nada será impossível de ser realizado se usarmos a nossa intuição. O seu poder vem das energias mais profundas do nosso “EU” com as forças das energias invisíveis. Com essas energias, conseguiremos refazer situações aparentemente perdidas e também realizar grandes sonhos.

Devemos prestar a máxima atenção aos sinais da intuição, pois eles sempre estarão presentes. Esses sinais nos são revelados em questão de segundos. Depois disso deixam de ser intuição e passam a ter um valor material, isto é, a nossa mente toma consciência do que aconteceu e, na maioria das vezes, começa a trabalhar tomada pela insegurança e pelo medo de poder não estar fazendo a coisa certa. Essa sensação pode nos fazer perder grandes oportunidades de sucesso.

Estamos sempre fazendo um pedido aos céus, mas por outro lado não damos a devida atenção ao que nos vem de forma clara e verdadeira sem o auxílio da razão. Às vezes, passamos a trilhar por caminhos distintos daqueles que originalmente foram traçados, sem sabermos ao certo o que nos fez mudar de rumo, mas o que acontece é que simplesmente seguimos a nossa intuição. Ao segui-la, mesmo desviando da ideia pensada inicialmente, o prazer da realização de um sonho será o mesmo.

É comum nos perguntarmos o que podemos fazer para atingirmos um resultado desejado. Primeiramente precisamos saber pedir, ou melhor, precisamos pedir com fé, com a certeza de que seremos atendidos. Em seguida, pedimos para sermos guiados pelas energias dos bons espíritos e pela força do suave e bondoso vento do universo. Eles nos revelarão o caminho que devemos seguir. Deixemos de lado a ansiedade e a preocupação. Elas não nos ajudarão em nada.

A resposta virá pela intuição, a qual se manifestará pela inspiração, por um texto de um livro, por um artigo, pela palavra de um amigo ou por um anjo materializado. Às vezes, bate no coração uma vontade de ajudar alguém na rua, um pedinte, e mesmo sabendo que não devemos incentivar estas atitudes, encontramos alguém que toca mais forte na nossa sensibilidade, e acabamos por dar um auxílio. É a intuição que te fará sentir o merecimento daquela ajuda. Ela vai bater no seu coração, do nada. É uma ideia, uma mudança de rumo repentina. Por isso, devemos estar sempre atentos ao momento presente, pois, por ser rápida demais, os primeiros 30 segundos serão primordiais para tomarmos uma atitude verdadeira.

A intuição é sempre mais forte aos que têm o costume de doar-se. O doar abre os caminhos do merecimento. A alegria de doar-se será dobrada ao receber. 

Quando jovem eu conheci um senhor que todos chamavam de Dr. Levi. Ele era médico e tinha um hospital onde tratava de pessoas pobres. Ali, todos que não tinham onde morar ficavam abrigados. Porém, todos tinham que trabalhar para sua alimentação e para alimentar os enfermos. Dr. Levi tinha o costume de apanhar mendigos na rua para ajudá-los. Quando ficavam bons e não tinham para onde ir, ele, mais uma vez, estendia a mão dando-lhes trabalho e moradia. Por se tratar de uma instituição que não possuía ajuda do governo, eram feitas festas para arrecadar fundos para mantê-la. Em uma destas festas, eu e o meu pai estávamos presentes. Percebi que, em um determinado momento, um funcionário disse ao Doutor Levi: “Senhor, o pão do cachorro quente está no fim, pois nós não contávamos com tanta gente!” Dr. Levi rapidamente respondeu: “Fica tranquilo meu filho, o pão já está chegando.” Impressionado, o rapaz falou: “Como, Doutor? Está tudo fechado, é domingo, não há como comprar pão para tanta gente!” Doutor Levi volta a responder: “Meu filho, já está chegando.” O rapaz, não satisfeito, disse: “Senhor, eu não encomendei, e não vi nenhum pedido feito pelo senhor também.” Com calma, o doutor falou: “Acalme-se, logo o pão chegará. Está tudo bem.” A festa prosseguiu quando, de repente, ouvimos uma buzina no portão. Dr. Levi chama o rapaz para irem juntos ver do que se tratava. Era um caminhão da Plus Vita, carregado de pão. O motorista falou: “Vocês podem me informar onde fica a padaria? Não lembro o endereço.” Dr. Levi disse: “O senhor não sabe que está tudo fechado a esta hora? Hoje é domingo!” Responde o motorista: “Pois é, eu me perdi. Fiquei rodando, o tempo foi passando, até que ouvi o barulho daqui e resolvi bater e perguntar.” “O que você carrega?” Perguntou Dr. Levi. “Eu carrego pão”, respondeu o rapaz. Doutor Levi sugeriu, para que ele não tivesse prejuízo, comprar os pães, até por que o rapaz também o estaria ajudando a resolver o seu problema. O motorista aceitou. Entrou com o caminhão, descarregou e ficou fazendo parte da festa, até ajudando a servir. Eu estava presente, e isso tudo está registrado em um livro que publicaram após a morte do nobre Dr. Levi. Foram essa e outras tantas histórias que marcaram a vida de um homem que tinha uma intuição forte e precisa pelo belo costume de se doar sempre. 

Somos nós que limitamos a intuição. Ela, na verdade, está presente em todos os instantes. Por falta de atenção ao momento presente, ao agora, aos instantes, é que impedimos que seja revelada. Podemos dizer que a intuição são sopros divinos, vindos de todos os lados aos nossos ouvidos, com a sincera intenção de nos ajudar na caminhada rumo aos nossos objetivos, aos nossos sonhos.

Texto Bernardino Nilton Nascimento - Site STUM

6 comentários:

  1. Um texto reflexivo e edificante, parabéns pela escolha.

    ResponderExcluir
  2. Oi Catarina,

    Esse texto veio de encontro ao meu espírito!

    Eu estou vivendo um "novo momento" na minha vida, em que a intuição é o principal fator, pois sei que é através dela que os anjos estão trazendo as mensagens do Senhor até mim.

    Caminhemos!!!
    Beijinhos e obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Olá venho lhe convidar a conhecer meu blog Folhetim Cultural: http://informativofolhetimcultural.blogspot.com.br
    Crônicas, poesias, poemas, contos e notícias culturais diárias!
    venha conferir!!

    Magno Oliveira
    Folhetim Cultural

    ResponderExcluir
  4. lindo texto adorei,eu acredito muito em intuição e já me aconteceram varias coisas intuitivas bjss

    ResponderExcluir
  5. Passando para informar que estarei excluindo os blog Blogueiros que pensam e Cidadão informado, consegui recuperar meu blog que havia sido roubado então vou concentrar tudo somente em um lugar, caso não seguia fica o convite para conhecer, se tiver por ventura feito a gentileza de divulgar entre os blogs que indicava e seguia peço que troque o link antigo pelo atual e se desejar fazer parceria é só avisar, tenha um bom final de semana e feliz dias das mães.

    Café entre Amigos.
    http://www.cafeentreamigos.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi minha amiga,menina dar banho em gato é jogar pedra na cruz eim!!Você não sabe,a Daila vai pro banho arrastada,tem que fazer uma força pra arrastar pois parece uma porquinha de gorda,e tem que ser dois pra lavar senão ela dá o pinote rsrsrsr!!Mais é muito linda esta bichinha.Beijo Cat e bom domingo.Lili.

    ResponderExcluir

O Gato Arteiro ficara feliz se você deixar um comentário.
Pois a sua opinião é muito importante.